Coletivo Estopô Balaio (SP)

A CIDADE DOS RIOS INVISÍVEIS

The City of the Invisible Rivers

1/2

180 min.

Livre

Sala Terreiro Contemporâneo

Sinopse Synopsis sinopsis

O espectador, munido com um fone de ouvido e MP3, segue dentro do vagão do trem avançando o olhar pelas janelas. A paisagem vai se horizontalizando e o passageiro mergulha nas fábulas que ouve. No Jardim Romano, o público desembarca e segue pelas ruas do bairro. Dança de rua, rap, teatro e grafites que retratam a experiência dos moradores com as enchentes que assolaram esse pedaço de cidade que vive invisível ao olhar de grande parte da metrópole.

The spectator, equipped with a headset and MP3, follows inside the train car looking forward through the windows. The landscape becomes horizontal and the passenger dives into the fables he hears. At Jardim Romano, the public disembark and follow through the streets of the neighborhood. Street dance, rap, theater and graffiti portraying the local residents' experience with the floods which plagued this part of the city, that lives invisible to the eyes of the majority of this metropolis.

Ficha Técnica  Credits

Ideia Original, Roteiro e Direção: João Batista Júnior
Dramaturgia: Ana Carolina Marinho, João Batista Júnior e Juão Nyn
Colaboração dramatúrgica: Elenco
Elenco: Adrielle Rezende, Ana Carolina Marinho, Anna Zêpa, Bruno Fuziwara, Carol Piñeiro, Keli Andrade, Juão Nyn, Júlio Lorosh
Poesias: Debora Fiúza “Rata”, Emerson Alcade, Jacira Flores e Sérgio Schiapin
Canções: Diane Oliveira, Dustin Farias, Matheus Farias, Juão Nin, Marko Concá
Dança de Rua: Bia Ferreira, Mell Reis, Luan Pinheiro, Luiz Filipe, Moisés Matos
MCs: Dunstin Farias e Matheus Farias

Vídeo

Siga os artistas  Follow the artists

face_logo.png
Insta_logo.png