Lia Rodrigues Companhia de Danças (RJ)

ENCARNADO

Incarnate

1/2

60 min.

18 anos

Sala Teatro Vila Velha

Sinopse Synopsis sinopsis

Onde estão batendo? Que se dá comigo, que fico apavorado a cada ruído?
Que mãos são essas? Ah! Elas arrancam meus olhos!
Poderá o oceano inteiro de Netuno lavar a minha mão?
Não, este sangue antes porá encarnados os mares todos, multitudinosos, mudando o verde num vermelho só.
(Macbeth, Shakespeare)

A palavra ‘encarnado’ contém sentidos diversos: bíblico, político, folclórico, lingüístico. Da Bíblia, no Antigo Testamento, é conhecida a sentença: “E o verbo se fez carne e habitou entre nós”. É conhecida também a simbologia política do ‘encarnado’ ou do vermelho. Nas festas populares do interior do Brasil há disputas tradicionais e acirradas entre os partidos azul e ‘encarnado’. ‘Encarnado’ vem do ato de encarnar, de tornar alguma coisa semelhante, na cor ou no aspecto, à carne. E ainda se diz também que ’encarnado’ é o ato pelo qual os seres a quem se atribui divindade se materializam. ‘encarnado‘ é a cor do fogo, das rosas, da papoula e da fruta amadurecida. ‘Encarnado’ é a cor do sangue.




Where are they hitting? What about me, that I’m terrified by every noise? What hands are these? Ah! They gouge out my eyes! Can the entire ocean of Neptune wash my hand? No, this blood will put the multitudinous seas all red, changing the green into a red. (Macbeth, Shakespeare) The word ‘incarnate’ has different meanings: biblical, political, folk, linguistic. From the Bible, in the Old Testament, the sentence is known: “And the verb became flesh and dwelt among”. The political symbolism of ‘incarnate’ or red is also known. In popular festivities in the interior of Brazil, there are traditional and fierce disputes between the blue and ‘incarnate’ parties. ‘Incarnate’ comes from the act of incarnating, of making something similar, in color or appearance, to flesh. And it is also said that ‘incarnate’ is the act by which beings to whom divinity attributed is materialized. ‘Incarnate’ is the color of fire, roses, poppy and ripened fruit. ‘Incarnate’ is the color of blood.

Ficha Técnica  Credits

Direção e Criação: Lia Rodrigues
Dramaturgia: Silvia Soter
Criado e interpretado por: Amália Lima, Micheline Torres, Jamil Cardoso, Amália Lima, Ana Paula Kamozaki, Allyson Amaral, Gustavo Barros, Celina Portella, Leo Nabuco, Giovana Targino, Leonardo Nunes
Luz: Milton Giglio
Produção/Assessoria de imprensa: Claudia Oliveira
Co-produção: Centre National de la Danse - Paris, Festival d’Automne - Paris, La Ferme du Buisson - Noisiel Scène Nationale de Marne-la-Vallée, Maison de la Danse - Lyon/França; Tanzquartier e IDEE - programa Culture 2000 da União Européia - Viena/Áustria. Participação da Région Rhône-Alpes no programa do Réseau des Villes - França e Casa das Culturas - Berlin/Alemanha
Apoio Cultural: Espaço SESC - Rio de Janeiro

A Companhia
Assistente de coreografia : Amália Lima
Preparação Corporal: Amália Lima, João Saldanha , Marcela Levi, Felipe Koury, Paulo Marques, Sylvia Alcantara
Secretária: Glória Laureano
Produção e Difusão Internacional: Thérèse Barbanel - Les Artscéniques
Assistente: Colette de Turville



Vídeo

Siga os artistas  Follow the artists