Fernanda Silva e Sônia Sobral (PI/SP)

SOMOS INVOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA, PORQUE OUTRA É A NOSSA VONTADE

We are Involuntaries of the homeland, because another is our will

Somos involuntarios de la patria, porque otra es nuestra voluntad

1/2

30 min.

Livre

Sala Terreiro Contemporâneo

Sinopse Synopsis sinopsis

17 abril de 2016: o Brasil vive a comoção do processo de impeachment da presidenta Dilma Roussef no Congresso Nacional. 20 de abril: nas escadarias da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro profere uma aula protesto contra as políticas que suprimem os já escassos direitos das populações indígenas. Julho de 2016: Sonia Sobral conhece Fernanda Silva numa residência artística no Campo Arte Contemporânea em Teresina, no Piauí onde nasce esta performance como uma ação político-artística, "porque outra é a nossa vontade".

April 17, 2016: Brazil is experiencing the commotion of the impeachment process of President Dilma Roussef in the National Congress. April 20: on the steps of the City Hall of Rio de Janeiro, anthropologist Eduardo Viveiros de Castro gives a protest class against policies that suppress the scarce rights of indigenous populations. July 2016: Sonia Sobral meets Fernanda Silva at an artistic residency at Campo Arte Contemporânea in Teresina, Piauí, where this performance was born as a political-artistic action, "because another is our will".

17 de abril de 2016: Brasil está experimentando la conmoción del proceso de juicio político de la presidenta Dilma Roussef en el Congreso Nacional. 20 de abril: en los escalones del Congreso Municipal de Río de Janeiro, el antropólogo Eduardo Viveiros de Castro da una clase-protesta contra las políticas que suprimen los ya escasos derechos de las poblaciones indígenas. Julio de 2016: Sonia Sobral conoce a Fernanda Silva en una residencia artística en Campo Arte Contemporânea en Teresina, Piauí, donde esta performance nació como una acción político-artística, "porque otra es nuestra voluntad".

Ficha Técnica  Credits

Concepção e Criação: Sonia Sobral
Criação e Performance: Fernanda silva
texto: Eduardo Viveiros de Castro - série Pandemia, N-1edições
Fotografia: Caca Diniz

Vídeo

Siga os artistas  Follow the artists